My Weblog: kutahya web tasarim umraniye elektrikci uskudar elektrikci umraniye elektrikci istanbul elektrikci satis egitimi cekmekoy elektrikci uskudar kornis montaj umraniye kornis montaj atasehir elektrikci beykoz elektrikci

A Caixa Paralamas por Maurício Valladares

 

Maurício Valladares é amigo de longa data d’Os Paralamas do Sucesso. Foi ele quem levou uma fita demo da banda, em 1982, para a Rádio Fluminense FM. Esta fita continha 4 músicas: Vital e Sua Moto, Patrulha Noturna, Encruzilhada Agro-Industrial e Solidariedade Não. Dali pra frente, tudo seria diferente para os Paralamas – e para MauVal, é claro, que passou a ser o fotógrafo oficial da banda – cargo informal que ocupa desde sempre – e cujos retratos da banda formam uma espécie de biografia imagética da trajetória de Herbert, Bi e Barone. Parte desta história, aliás, está retratada no livro de fotos que ele e os Paralamas lançaram em 2006.

Agora, em 2015, MauVal capturou o espírito de uma nova fase da banda, mas não foi com a usual câmera, e sim com lápis e papel. É dele o texto de apresentação da Caixa Paralamas que foi distribuído aos veículos de imprensa e que, agora, disponibilizamos aqui, para todo mundo poder ler. E descobrir que Maurício é tão bom com o lápis quanto com a câmera na mão.

 

OS PARALAMAS DO SUCESSO 1983 – 2015
Inoxidável – Enverga mas não Quebra

Dia desses, Os Paralamas do Sucesso abalaram as estruturas do Circo Voador, o berço deles, no Rio de Janeiro. O “treme-treme” aconteceu em um dos muitos shows celebrando os mais de trinta anos da banda. É pura tradição Bi-Herbert-João causarem danos irreparáveis à lonas, estádios, teatros, barracos ou por onde mais eles passam com seu circo sônico. Mas o fato que estremeceu a minha carcaça foi perceber o delírio coletivo, a entrega desmedida, o voo de corações & almas proporcionado pelas testemunhas daquele momento mágico.

Acompanho os Paralamas desde seus primeiros dias de vida e essa comunhão com o público sempre foi uma das marcas do trio, sempre! Mas o passar do tempo – são mais de três décadas – coloca diante de nossos sentidos uma brutal novidade que, óbvio, não existia em 1985 (no Rock in Rio), em 1994 (no Estádio Monumental de Nuñes, abarrotado, em Buenos Aires) ou em 2000 (no primeiro show pós recuperação de Herbert, em João Pessoa).

Esse frescor que brotou na Lapa carioca é “simplesmente” a soma do natural envelhecimento dos fissurados no som paralâmico com a eterna juventude das novíssimas gerações que se deixam levar pelo mesmo terremoto de emoções. A galeria de tipos que se coloca diante da música dos Paralamas é algo impossível de ser medido. Ou como João Fera costuma dizer: “não dá pra apertar com a chave”.

Como compreender a importância de uma música? O que ela representa? Por onde ela circulou em nossas vidas? Quantos zilhões de gargalhadas ela gerou? Quantas piscinas de lágrimas ela encheu? O filminho passou diante de minhas lembranças enquanto eles desciam os cabelos em “Mensagem de amor”, “O beco”, “Calibre” e outras tantas tatuagens que carregamos. Ainda bem que ninguém chegou pra mim perguntando: “e aí, curtiu o show?” Afinal, eu não saberia dizer muita coisa sobre a performance do trio.

Minha atenção ficou grudada às reações da plateia, aos jeitos completamente diferentes de esgoelar a mesma música, aos abraços e beijos divididos entre pessoas que mal se conheciam, aos olhares radiantes para o palco, à felicidade coletiva espremida em duas horas de êxtase. É por essas – e muitas outras – que a paixão precisa ser alimentada. O vai e vem de informações não pode ser interrompido, sequer dar uma respiradinha diante da pressa avassaladora de 2015. A cada dia pipocam (youtube & cia) gravações e imagens, até então desconhecidas, para matar a sede da nação paralâmica, digna de um maratonista ao final do percurso.

Para as inoxidáveis conexões seguirem o rumo natural da História, acaba de ser lançada uma caixa com 20 CDs contando as peripécias de João, Bi, Herbert & seus bluecaps. Lá estão dezoito discos originais de carreira e outros dois abarrotados de surpresas. Como raridades realizadas para cinema, discos de amigos, documentários e comercial de TV. Além de um CD com a banda interpretando alguns de seus maiores sucessos em espanhol.

Para manter o cheiro de tinta fresca você conhecerá duas gravações feitas ano passado: “Que me pisen” (da banda argentina Sumo) e “Hablando a tu corazón” (composição dos também portenhos Charly Garcia e Pedro Aznar).

Enfim, não tem jeito, os Paralamas e você são unha e carne. O tempo deixa o nó apertado, cada vez mais grudado.

Ou, se você preferir, pode envergar à vontade, mas não vai quebrar mesmo!


Mauricio Valladares

Fevereiro/2015

Rock Your Babies – Paralamas

 

Versões para crianças de músicas do rock nacional. Essa é a ideia do projeto “Rock your babies”, criado em 2013 por Bruno Gouveia e Carlos Coelho (do Biquini Cavadão) e Julio Quattrucci. Um dos discos do projeto é inteiramente dedicado ao repertório dos Paralamas. Entre as 12 faixas, estão desde sucessos, como “Lanterna dos Afogados”, até canções menos conhecidas, como “Nebulosa do Amor”. Nós convidamos o Bruno a falar sobre a ideia deste projeto e o processo de escolha do repertório paralâmico. Conta aí, Bruno!

“A coleção nasceu em 2013 com a chegada de Pedrinho, o filho de Carlos Coelho. Ao comentar comigo que ele não tinha achado CDs de músicas para bebês homenageando bandas nacionais, surgiu a ideia de fazermos o Rock Your Babies. Junto com ele e mais um sócio, caímos dentro do projeto com um super time de tecladistas que mergulharam no universo lúdico e maravilhoso das crianças. Minha filha nasceu em 2014 e agora a filha do nosso sócio Júlio nascerá em 2015. Não faltam motivos para fazermos esta coleção, né?  

Quanto à escolha do repertório dos Paralamas, isto ficou por minha conta. Eu busquei letras que pudessem ganhar uma nova interpretação ao serem usadas para embalar crianças. “Cuide bem Do Seu Amor” e “Aonde Quer Que Eu Vá”, por exemplo, ganham um novo sentido com uma criança nos seus braços. Também escolhemos clássicos, como “Óculos”, “Uma Brasileira” e “Vital e Sua Moto”. Para os fãs mais ardorosos, buscamos dar uma amostra de belas canções dos Paralamas, como Nebulosa do Amor. Não nos prendemos à ideia de botar uma música para seu filho dormir. “Melô do Marinheiro” e “Cinema Mudo” são ótimas durante o banho ou em outra atividade mais animada, por exemplo”. 

Para saber mais sobre o disco, clique aqui.

Brinde aos Paralamas: Los Hermanos

 

Vamos retomar aqui no site oficial a seção “Brinde aos Paralamas“! Neste espaço, convidamos músicos e amigos da banda a gravarem suas versões para músicas dos Paralamas.

Na reestreia, uma escolha mais que especial! Na semana em que chega aos cinemas de todo o país o filme sobre os Los Hermanos, escolhemos a releitura de “Uma Brasileira” que eles gravaram em 2004 para o VMB da MTV.

A relação das duas bandas é antiga. Como curiosidades da amizade entre eles, podemos destacar o show conjunto do Rio de Janeiro em 2004, a participação de Marcelo Camelo em alguns shows da turnê “25 anos de Rock” com os Titãs e a inclusão de “O Vencedor” (música dos Los Hermanos) na turnê Brasil Afora, dos Paralamas, em 2009. Detalhe: quem assumia o vocal nesta música era João Barone!

Ouça aqui a versão de Uma Brasileira do Los Hermanos!

Siga Os Paralamas!

Hey você que curte Os Paralamas do Sucesso aqui no site oficial da banda, sabia que eles também estão presentes nas redes sociais? Tem pra todos os gostos! Instagram, Facebook e Twitter! Em cada mídia um conteúdo e uma proposta diferente! Bora seguir? :-)

Instagram – @osparalamas
Facebook – osparalamas
Twitter – @os_paralamas

 

Prêmio Multishow 2015

 

Começou a 1. Fase de votação para os indicados ao tradicional Prêmio Multishow. Nesta fase, os fãs podem votar quantas vezes quiserem em seus artistas preferidos nas categorias selecionadas. Os Paralamas do Sucesso podem ser indicados em 2 categorias: Melhor Grupo e Melhor Show!

A banda já venceu este prêmio em 2 anos! Foi escolhida pelos fãs em 1996 e em 2003 na categoria Melhor Grupo! Além disso, Herbert Vianna foi o artista homenageado no ano de 2004!

Quer votar nos Paralamas? É rapidinho. Só clicar aqui e ir direto para o site do Multishow!

Fotos – Energia na Véia (SP)

 

Os Paralamas do Sucesso se apresentaram neste fim de semana em São Paulo para 5 mil pessoas na festa “Energia na Véia Premium”. Teve cobertura online do show no nosso Instagram com vídeos e fotos!

Agora, você pode acessar nosso Flickr e conferir mais cliques e registros dessa grande noite! As fotos são de Guilherme Fernandez e Rafael Michalawski.