My Weblog: kutahya web tasarim umraniye elektrikci uskudar elektrikci umraniye elektrikci Siverek Haber whatsapp toplu mesaj Otel Malzemeleri harddisk dolumu ne demek Pegasus iletisim ucuz burun estetigi Teknoloji Bilim Turkiye Haberleri su tesisat tamiri sisli kombi tamiri satis egitimi cekmekoy elektrikci malatya haber umraniye kornis montaj atasehir elektrikci beykoz elektrikci

D \\ 1987

SOBRE O ÁLBUM

O quarto disco do Paralamas era uma celebração à novidade que representava a própria banda, no também novo cenário brasileiro. O rock tinha tomado o país, e tomava agora a tradicional noite brasileira do festival de Montreux, na Suíça, na época uma das mais importantes festas da música internacional. Só lá era possível saber o que acontecia em boa parte do mundo e se inspirar com as cores do que os gringos começavam a chamar de world music…

O show encerrava uma bem-sucedida turnê, a de “Selvagem?”, que conciliou êxito de vendagens e de crítica. Portanto, o que se ouvia era uma fotografia sonora de uma banda feliz da vida com os rumos que a música a ela reservou. Havia espaço para cantar Jorge Ben, para citar João Bosco e Titãs, e ainda enfileirar clássicos instantâneos como Óculos, Ska e Meu Erro.

Além da alegria pelo bom momento, a viagem à Europa – a primeira da banda ao continente – foi precedida por uma temporada de ensaios e imersão no sítio de Bi, em Mendes, no interior do estado do Rio. Foi também a estréia do tecladista João Fera na discografia paralâmica, onde continua até hoje.